últimas resenhas

12 dezembro 2017

Do Éden à Luxúria, de Ananda V. (#45)

| |
Título original: Do Éden à Luxúria
Autora: Ananda V.
Editora: Arwen
Ano: 2016
Páginas: 528
Para saber mais: Skoob

Sinopse: Um bar esquecido pelo tempo chamado Devil's Throat — o Gênesis da queda de Melissa Saccer, uma garota que tem sido atormentada por um pesadelo do qual não se recorda ao abrir os olhos. Há centelhas de memórias, passagens de um conto de Edgar Allan Poe, mas nada substancial que possa lhe ajudar. William, um forasteiro enigmático que se comporta como um cavalheiro inglês da época vitoriana. Quantos segredos ele esconde por trás da imensidão de seus olhos azuis? Nessa jornada sombria e solitária que Melissa enfrentará, nada é como parece ser. A verdade, a mentira, o mal e o bem tem múltiplas faces, pontos de vista conflitantes. Esteja preparado para se apaixonar, mas, acima de tudo, esteja preparado para a queda.


 Do Éden à Luxúria é o primeiro livro de uma trilogia intitulada O Círculo dos Imortais e vai nos contar a história de Melissa, uma adolescente de 17 anos com uma personalidade um tanto quanto difícil. Ela mora em uma pensão, cujo a dona é amiga de sua mãe. Ela possui dois melhores amigos: Daryl e Megan, eles são completamente diferentes e se odeiam.

Toda a história tem seu começo real quando Megan convence Melissa de ir a um bar super estranho e sinistro chamado Devil's Throat do ingles 'garganta do diabo' suas bestas né? Com um nome desses não tinha porque dar errado né? BOM, no meio do rolê a Melissa acaba desmaiando e é socorrida por William, um rapaz super misterioso e gato. É depois desse acontecimento que tudo começa a mudar.


Melissa tem pesadelos e começa a ter visões, de repente ela precisa entender tudo que anda acontecendo com ela e conciliar isso tudo com sua vida comum de adolescente como ir as aulas, sair com os amigos e se apaixonar por William.

O livro da Ananda V. é levemente grandinho, o que me assustou no começo. Não que eu tenha medo de livro grandes, eu adoro. Mas é que minha leitura foi feita no kindle e eu fico aflita de não ver fisicamente o quanto eu já li e quanto falta para acabar. Mas a narrativa é tão bem feita que isso não me incomodou tanto, a autora consegue te prender facilmente na história que ela tá contando e você quer saber mais e mais sobre tudo que rola na vida da personagem.

É incrível também como ela deixa um ar de mistério no ar, quando notei que havia algo errado com William eu já comecei a minhas teorias sobre o que era e acabei mudando de palpite e mesmo estando certa desde o início eu fiquei surpreendida de como ela me fez mudar anteriormente. O mais incrível também é que ela não precisa usar a palavra para dizer o que ele é. Adorei demais isso.

Mas há uma coisa que me incomodou na história... nada muito crucial ou que me fez desistir ou mesmo desanimar: as constantes descrições das roupas que Melissa usava ou o que estava escutando, me pareceu forçado em alguns momentos como se fosse necessário para a personagem se auto afirmar rebelde do jeito que ela é. O que pode até ter sido a intenção, não sei. Mas na minha opinião poderia ser um pouco menos frequente.

Mas fora isso é um livro excelente e fiquei surpresa com o quanto eu gostei. Isso porque eu não ando muito na vibe de histórias fantásticas ou séries de livros. Ando focando mais em livros mais perto da realidade e únicos. Mas Ananda conseguiu me prender facilmente e sou grata por isso. Agora tô louca para ter o segundo livro em mãos e descobrir o que vem a seguir que tô curiosa!

*peço perdão por qualquer erro ou furo cometido nesse post, escrevi algum tempo depois de ler e posso ter esquecido alguma coisa, não desistam de mim!*

Sem comentários:

Enviar um comentário