últimas resenhas

20 agosto 2018

O Adulto, de Gillian Flynn (#51)

| |
Título original: The Grownup
Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Ano: 2016
Páginas: 64
Para saber mais: Skoob
COMPRAR
Sinopse: Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes. Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação. No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance. 


Acredito que foi uma escolha sábia começar a ler Gillian Flynn pelo seu conto, "O Adulto".
Para ser sincera, já tinha lido algumas páginas de Garota Exemplar um tempo depois de ver o filme, mas não continuei a leitura pois achei bem tensa pro momento em que eu estava.
Fico feliz de não ter lido.

Então esse ano decidi ler "O Adulto" pois queria ler os seus outros livros e achei que seria interessante entrar em contato com sua forma de escrita por um texto menor. Também resolvi ler em inglês e talvez isso tenha arruinado minhas chances de ler os livros traduzidos já que a sua forma original é extremamente cativante. Mas veremos.

O conto traz como personagem principal uma jovem que trabalha em um local onde aparentemente as pessoas leem a sua sorte, mas que nos fundos oferece serviços sexuais. Nossa protagonista não faz nada além de bater punhetas. Devido a sua vida difícil com sua mãe, que era extremamente preguiçosa e por isso não trabalhava e a fazia pedir esmolas todos os dias, ela adquiriu uma  ótima habilidade de ler as pessoas então quando ela tem um problema de saúde devido as tantas punhetas que já bateu, sua chefe decide promover ela a vidente.

E é aí que nossa história realmente tem um início.
Logo em seu primeiro trabalho ela conhece Susan, que queixa que coisas estranhas acontece em sua casa e acredita que seu enteado tem algo a ver com isso. A vidente vê ela como uma dona de casa cansada da monotonia de sua vida e decide tirar proveito disso dando para ela uma aventura e claro, ganhando uma boa grana com isso.

Acontece que a vidente é surpreendida com os acontecimentos e tudo que ela acreditava cai em terra e ela se vê obrigada a realmente lidar com o mal que ali se instala.



Não tem como falar mais que isso, já que se trata de um conto.
Gillian Flynn constrói sua personagem tão bem em tão pouco tempo que só por conta disso eu já estava encantada. Em poucas páginas já sabemos de toda a informação necessária para entender como que aquele trabalho peculiar era algo tão favorável para a protagonista, assim como ela enxerga o mundo ao seu redor.

O fato de vermos a história pelos olhos da protagonista só ajuda a surpreender o leitor que acaba  tendo as mesmas reações que a narradora. E a trama aqui encontrada é simplesmente surpreendente. Com certeza não é o fim que eu estava esperando quando comecei minha leitura. Ler "O Adulto" me fez querer ler absolutamente tudo que essa autora escreve, com certeza foi uma boa porta de entrada e recomendo que se você não leu nada dela mas tem interesse, que comece pelo seu conto. Imagino que seus romances sejam tão bom quanto.

Sem comentários:

Enviar um comentário